Chamada de Embrapi, nova companhia tem objetivo de apoiar indústrias nacionais em pesquisa e desenvolvimento de projetos diferenciados.

O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e a Confederação Nacional da Indústria (CNI) assinaram nesta quarta-feira, (3/8) um memorando de intenções para a criação de uma empresa destinada a estimular a busca de inovações tecnológicas no setor industrial. A ideia é que o novo órgão siga o modelo da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), por isso ele está sendo chamado de Embrapi.

O memorando foi assinado na abertura da quarta edição do Congresso Brasileiro de Inovação na Indústria, na capital paulista. Em junho, ao participar do lançamento da Frente Parlamentar de Ciência e Tecnologia, o ministro Aloizio Mercadante já havia falado sobre a proposta de criação da empresa.

Na ocasião, ele informou que a ideia é integrar nesse órgão centros de excelência como o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), ligado à Universidade de São Paulo (USP), o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, e centros de alto desempenho do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), ligado à CNI.

No encontro ontem em São Paulo, Mercadante também informou que o nome da pasta que ele comanda passa a ser Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Segundo o ministro, essa decisão foi tomada terça-feira (2/8) pela presidenta Dilma Rousseff.

Fonte: Computerworld

No responses yet

Deixe uma resposta